Livros para ler em 2018: confira a lista com 12 seleções imperdíveis!

Livros para ler em 2018: confira a lista com 12 seleções imperdíveis!
5 (100%) 1 vote

Você ainda tem tempo e fôlego para conhecer grandes obras? Confira neste post uma lista de livros para ler em 2018. Os temas são os mais variados possíveis. Mas assuntos relacionados à ficção científica ganham destaque. Entretanto, se você quer inspiração para viajar, confira alguns livros de viagem.

1. E não sobrou nenhum – Agatha Christie

Considerado o melhor livro de suspense de todos os tempos, “E não sobrou nenhum” é um romance policial escrito por Agatha Christie. A autora construiu a história em uma propriedade dentro de uma ilha que ninguém sabe quem é o dono.

No livro uma inocente cantiga infantil ganha ares de terror quando surge em meio a dez pessoas que estão confinadas em uma ilha. Todas essas pessoas estão carregando muita história por trás e enxergando pouca esperança pela frente. 

2. Carbono Alterado – Richard Morgan

O livro Carbono Alterado é de ficção científica e conta como a consciência de uma pessoa pode ser armazenada em um cartucho na base do cérebro. Depois desse processo ela é baixada para um novo corpo quando o atual para de funcionar.

No livro o personagem Takeshi Kovacs é um ex-militar de elite que após a sua última morte tem sua consciência transportada a Bay City. Neste momento, ele é trazido de volta à vida para solucionar o assassinato de um magnata que leva-o a diversas descobertas e a um centro de conspiração perversa.

3. Uma dobra no tempo – Madeleine L’engle

 

“Uma dobra no tempo” é um clássico da fantasia e da ficção científica. No livro a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, vão até a cozinha fazer um lanche. Mas é tarde da noite quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.

O pai de Meg fazia alguns experimentos com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente. Para encontrar o pai, Meg pede ajuda de três criaturas muito peculiares, do seu amigo Calvin e seu irmão Charles Wallace. Juntos todos partem em uma jornada perigosa pelo tempo e espaço para resgatar o pai de Meg.

4. Jogador Número 1 – Ernest Cline

 

No livro “Jogador Número 1” o mundo está em jogo em uma disputa pelo grande prêmio. Mas o ano é 2044 e a terra não é mais a mesma. O povo sofre com fome, guerras e desemprego que os empurraram para um estado de apatia nunca antes visto.
O personagem principal é Wade Watts que se conecta ao OASIS – uma espécie de mundo virtual, onde as pessoas vivem em mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas há muito mistério por trás de tudo isso que Wade pretende desvendar.

5. Olhos D’água – Conceição Evaristo

 

No livro “Olhos D’água”, a escritora Conceição Evaristo foca na população afro-brasileira. Mas sem muitos rodeios, a autora fala sobre a pobreza e a violência urbana que acometem essa parte da população.

6. Pequenas Grandes Mentiras – Liane Moriarty

 

O livro “Pequenas Grandes Mentiras” conta a história de três mulheres que vivem realidades diferentes uma da outra.  Madeline é forte e passional, mas apresenta problemas com a filha mais velha. Enquanto isso, Celeste que é dona de uma beleza estonteante, enfrenta graves problemas no casamento.

Já Jane é uma jovem mãe solteira que chega na cidade e esconde alguns mistérios com relação ao seu filho. Logo, Madeleine e Celeste se aproximam de Jane tentando protegê-la, sem saber o quanto isso afetará a vida de todos.

7. O Perfume: a história de um assassino – Patrick Soskind

O livro “O Perfume” retrata Paris no ano de 1738 e conta a história de Jean Baptiste Grenouille. O famoso personagem desenvolveu duas características que mudariam sua vida: enquanto seu corpo não tinha cheiro algum, seu olfato era apuradíssimo.

Por conta disso, Grenouille começou a brilhar na indústria da perfumaria. Mas ao mesmo tempo se viu envolvido em uma série de assassinatos.

8. O Ceifador – Neal Shusterman

No livro “O Ceifador”, Shusterman determina que os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida. O objetivo disso é impedir o crescimento populacional que pode desestruturar novamente a Terra.

Os personagens Citra e Rowan são dois adolescentes que foram escolhidos para serem aprendizes de ceifador, mesmo não sendo a vontade deles. Contudo, para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam aprender a matar, pois se falharem podem colocar a própria vida em risco.

9. Em águas sombrias – Paula Hawkins

Paula Hawkins é a mesma autora do best-seller internacional “A garota no trem”. Porém, em “Em águas sombrias” a escritora supera todas as expectativas ao contar uma história sobre o passado, mostrando o poder que ele têm em destruir a vida que as pessoas levam no presente.

No livro, a personagem Jules ignorou o telefonema da irmã o que pode ter resultado em sua morte. Com isso, Jules se vê obrigada a retornar a um lugar do passado para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Contudo, ela está com muito medo do que pode reencontrar. 

10. Precisamos falar sobre o Kevin – Lionel Shriver

O livro “Precisamos falar sobre o Kevin” mostra a história de Eva Katchadourian, mãe de um garoto que matou sete de seus colegas de escola, uma professora e uma servente em uma chacina dentro da própria escola.

No livro, Eva escreve várias cartas ao pai ausente. O objetivo era analisar os motivos que levaram seu filho a cometer uma tragédia que destruiu sua vida e a de sua família.

A personagem então faz um balanço de sua trajetória onde analisa casamento, carreira, família, maternidade e o papel do pai. Dessa forma, o livro apresenta duas grandes discussões: Qual a influencia e responsabilidade da mãe na criação de um pequeno monstro e se podemos odiar nossos filhos?

11. Cinder – Marissa Meyer

Cinder é o nome da personagem do livro que é uma cidadã de segunda classe que vive em um mundo dividido entre humanos e ciborgues. A história é inspirada na obra clássica Cinderela, mas com um toque especial de ficção distópica.

O enredo conta com uma batalha intergaláctica, um romance proibido, elementos clássicos e ação eletrizante em um universo futurístico. Além disso, a obra faz parte do Primeiro volume da série As Crônicas Lunares. 

12. Americanah – Chimamanda Ngozi Adichie

“Americanah” é uma história de amor implacável que trata de assuntos como raça, gênero e identidade. No primeiro momento, os personagens Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor em uma Nigéria cheia de conflitos.

Para se dedicar aos estudos acadêmicos, Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Mas ao mesmo tempo em que ela se destaca no meio acadêmico, começa a sofrer com a questão racial, vida de imigrante, de mulher e negra. 

Depois de lutar contra todas as adversidades, Ifemelu se torna uma blogueira famosa nos Estados Unidos, mas sem esquecer o seu passado na Nigéria. Quando ela volta para sua terra natal, encontra um país muito diferente do que deixou e ainda reencontra seu antigo companheiro de adolescência.

Corre que ainda dá tempo de conferir todos os livros para ler em 2018, já que o ano ainda não terminou. Portanto, finalize a leitura e já prepare a sua lista para 2019.

Encontramos esse conteúdo no Youtube